A crônica de merda

Essa é uma história fictícia. Todos os acontecimentos são baseados em fatos irreais, surreais e irracionais. Qualquer semelhança com a realidade é mera paranoia.

browse

Minha mãe sempre me disse que eu sou responsável pelos meus próprios atos. Então, aquela foi a maneira que encontrei de começar a manhã de sábado. Acordei mais para lá do que para cá, com aquela ressaca de ficar horas na frente de um console jogando. Cocei os olhos, vermelhos e embaçados e fui em direção ao banheiro para mijar e escovar meus dentes.
-Ah, o patrão acordou. Achei que ia esperar o almoço ficar pronto. – foi a primeira coisa que meu despertador me disse de forma irônica.
A parte boa do comentário foi que ele, de certa forma, me ajudou a erguer uma pálpebra. Esperava ansiosamente pelo segundo, para levantar a outra. Ele veio antes do que eu imaginei.
-Vira a noite naquela bosta de vídeo game daí no dia seguinte não acorda cedo. A casa já tá limpa, já cortei toda a grama, tô fazendo o almoço e dei banho nos cachorros enquanto você fez o que? Dormiu, seu vagabundo.
Uau!, pensei comigo mesmo, talvez eu devesse listar todas essas atividades e o horário, dar uma ligada para o pessoal que edita o Guinness e esperar ansiosamente pela fama e fortuna. Ela não viria, assim como meus dentes não se escovariam sozinhos. Lentamente coloquei a pasta na escova e iniciei minha primeira atividade do dia. O comentário vinha cada vez mais longo, mais direto e mais provocativo.
-Eu fui até hoje no centro cedo enquanto você dormia. E falando em centro, você pode ir buscar um pão e uma coca?
Era isso. A outra pálpebra se levantou e eu estava oficialmente acordado. Cuspi toda a pasta na pia e comentei:
-Ué, mas você não foi no centro?
-Fui. Porque você dorme e eu tenho que fazer tudo sozinha.
-Então por que já não trouxe a coca e o pão?
Houve um breve silêncio. De repente a voz atacou de novo:
-E eu tenho que fazer tudo sozinha agora? Como você é folgado.
Mais uma vez, ironicamente, levo guardado os ensinamentos que minha mãe me passou desde pequeno. Você é responsável por todos os seus atos.
Certamente eu havia escolhido começar mais um dia daquele jeito.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s