Amor;

Eu quero usar esse momento para me declarar.

Desde pequenininho estivemos juntos, sempre nos mesmos lugares e nos melhores momentos do dia.

Eu era inocente, não tinha maldades nem segundas intenções com ela; ela era a única para aquilo e nada mais. O tempo foi passando e minha mente mudando, mas eu ainda me encontrava com ela nos melhores momentos do dia e naquele mesmo lugar.

Ah, como era bom encontrá-la na doce penumbra e ser dela a noite toda, como se não houvesse o amanhã. Mas infelizmente havia um, tudo bem. Em breve eu retornaria ao seu encontro, ao doce aconchego de sua companhia.

Mas o tempo foi passando e minha mente também, minhas malícias, como pequenas ervas daninhas, brotaram no nosso florido jardim de ternura e romance. Mas eu abusava de suas boas intenções, principalmente com outras bem em sua companhia.

Ela nunca chorava de ver aquela traição de ideais e de corações em sua presença, mas hoje eu sei o quanto ela se machucava de estar em segundo plano, de não poder ter totalmente a minha atenção.

Hoje, eu mal a vejo, apenas algumas horinhas. Mas ela ainda me ama, me quer cada dia mais e mais; mesmo assim eu não posso dar a atenção que eu gostaria.

Tudo bem, a vida é correria mesmo e certas atitudes desesperadas pela falta de carícias são tomadas. Mas ela é tão madura e tão perfeita que sabe me perdoar e deixa o amor sempre acima de qualquer suspeita, de qualquer crime.

Ela é minha cúmplice e conhece todos os meus sonhos; conhece também meus medos e me conforta toda noite, seja eu aquela velha criancinha assustada, aquele novo velho adormecido ou mesmo aquele cara cansado que esperou o dia todo para poder ver o seu brilho infinito, mesmo naquela doce penumbra.

Eu só posso dizer que, por mais que eu resista, sem ela eu sou incompleto, eu não aguento outro dia sem pelos menos algumas horinhas desabafar com ela a carga do meu dia.

Talvez ela nunca vá ler essa declaração, tampouco ver publicamente minhas desculpas por hoje sermos tão distantes, mas no fundo nossos corações, de carne ou de tábua, ela sabe que não importa o tamanho dela, ela será sempre minha king size.

Minha querida cama, eu te amo.

Advertisements

3 comments

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s